71ª Sessão Ordinária da 2ª Sessão Legislativa da 8ª Legislatura em 16 de novembro de 2022.

Ata da Sessão Ordinária realizada no dia 16 de novembro de 2022.

Aos dezesseis dias do mês de novembro de dois mil e vinte e dois, no Salão Nobre Vereador José Francisco Xavier, nesta cidade de Comendador Levy Gasparian, realizou-se Sessão Ordinária, com início às dezoito horas e trinta minutos. Havendo número legal, o Senhor Presidente deu por abertos os trabalhos, passando-se à leitura de trecho da Bíblia Sagrada e, na sequência, da Ata da Sessão Ordinária do dia 09 de novembro e da Ata sintética da Sessão Ordinária do dia 14 de novembro, que, não havendo quem quisesse falar a respeito, foram aprovadas por unanimidade. Prosseguindo, passou-se à leitura do Expediente, que constou de Indicação n.º 058/2022. O Vereador Amilton Mendes Henrique, com a autorização do Senhor Presidente, adentrou o Salão Nobre e ocupou o seu lugar no Plenário. Na sequência, passou-se às Pequenas Comunicações. Como não havia oradores inscritos para as Pequenas Comunicações, passou-se à Ordem do Dia. Como não havia matérias para serem apreciadas na Ordem do Dia, o Senhor Presidente colocou em Discussão a Indicação n.º 058/2022, na qual fora solicitado ao Executivo que procedesse a estudos com o objetivo de viabilizar, no âmbito municipal, a criação e a gerência de um programa de apoio permanente a cidadãos gasparienses que efetivamente atuassem nas áreas de Esporte e Cultura, através de concessão de bolsas de ajuda de custo. O Vereador José Fernando Cheffer, autor da proposição, comentou que eram poucos os municípios que investiam em cultura, nas áreas artísticas e no esporte e emendou que, depois de conversar com amigos de outras cidades nas quais já existiam o projeto da “bolsa-atleta”, decidira tomar a iniciativa de solicitar ao Executivo, por meio de Indicação, que estendesse o referido benefício para as áreas cultural e artística. O Vereador lembrou que o Vereador Nilton Nei de Oliveira concedera o título de Cidadão Gaspariense a um jovem artista do Município. O Vereador Nilton Nei de Oliveira afirmou que o artista, depois de realizar uma temporada nos Estados Unidos, retornara ao Município em razão da pandemia do novo coronavírus. O Vereador José Fernando Cheffer ressaltou que o jovem residira no Conjunto Habitacional Luís Bento Argon e acrescentou que o auxílio do Município seria muito importante para os atletas e artistas. O Vereador comentou que um empresário e uma academia internacional de dança davam todo o suporte necessário ao jovem dançarino gaspariense citado e adiantou que solicitaria ao Executivo que elaborasse, na forma sugerida em sua Indicação, um projeto de lei que beneficiasse artistas e atletas gasparienses possivelmente a partir do próximo ano. A Vereadora Maria Aparecida Ribeiro parabenizou seu par pela Indicação e afirmou que a referida proposição poderia ser o início de uma nova etapa em Levy Gasparian, que possuía jovens e adultos talentosos em diferentes áreas. A Vereadora argumentou que existiam muitos talentos ocultos no Município, porque faltava dar a eles a oportunidade de serem descobertos, e acrescentou que tal oportunidade fora reivindicada, naquele momento, pelo Vereador José Fernando Cheffer, por meio de sua Indicação. A Vereadora Maria Aparecida Ribeiro declarou que conhecia vários jovens gasparienses que se destacavam no futebol e no vôlei e ressaltou que era preciso investir na parte técnica desses atletas, com o objetivo de lhes proporcionar o crescimento em suas áreas esportivas, evitando que ficassem dependentes do pouco que o Município podia lhes oferecer naquele momento. A Vereadora argumentou que mesmo o indivíduo que possuía um talento nato para o futebol dependia de alguém que nele investisse e apostasse em sua capacidade, com o objetivo de aprimorar seus dotes esportivos, e emendou que a falta de incentivo impedia a realização do esportista, o que poderia acarretar sua frustração no futuro. A Vereadora externou que esperava que o Senhor Prefeito atendesse à solicitação de seu par e ressaltou que valorizava muito o Legislativo, por entender que a Casa possuía condições de auxiliar o Executivo no atendimento das necessidades da coletividade. A Vereadora Maria Aparecida Ribeiro afirmou que eram fundamentais todas as medidas do Poder Público que beneficiavam os gasparienses e elogiou a redação da Indicação n.º 058/2022, que previa que o beneficiário da ajuda de custo deveria residir no Município por pelo menos dois anos, o que evitaria que fosse escancarada uma janela para que indivíduos que não pertencessem a Levy Gasparian fossem agraciados. O Vereador Nilton Nei de Oliveira argumentou que o futuro projeto de lei merecia o apoio do Legislativo e emendou que era fundamental que todos os Legisladores lutassem para que fosse garantido o benefício, ressaltando que o jovem bailarino Rui era um exemplo de indivíduo que realizara o sonho de exercer bem sua atividade. O Vereador comentou que, apesar do reconhecimento, infelizmente faltava o apoio àqueles que viviam de atividades ligadas às áreas da Cultura e do Esporte e acrescentou que o apoio era fundamental para que o indivíduo pudesse exercer a profissão que sonhara desempenhar. O Vereador Nilton Nei de Oliveira registrou que o jovem bailarino gaspariense, que enfrentava bastantes dificuldades, tivera que derrubar muitas portas para realizar seu sonho e declarou que, naquele momento, o apoio de patrocinadores era escasso. O Vereador frisou que era muito válido e necessário o pedido feito pelo Legislador, por meio de Indicação, com o intuito de viabilizar a realização dos sonhos de artistas e atletas, que, em muitos casos, eram obrigados a buscarem outras atividades para sobreviverem. O Vereador externou seu apoio ao futuro projeto de lei e emendou que certamente a Casa estaria à disposição para ajudar no que fosse necessário para beneficiar os gasparienses que se destacavam nas áreas de Cultura e Esporte. O Vereador José Fernando Cheffer frisou que o Legislativo sempre estivera pronto para auxiliar a população e lembrou que, no passado, vários jovens gapsarienses que demonstravam talento no esporte infelizmente não tiveram o apoio necessário para atingirem seus objetivos. O Vereador argumentou que, se o Município iniciasse, nas escolas, um trabalho de investimento nas crianças e no seu desenvolvimento em diferentes áreas culturais e esportivas, certamente o sucesso seria garantido no futuro. O Vereador agradeceu o apoio dos pares à sua proposição e adiantou que não mediria esforços para conseguir a concessão de bolsas de ajuda de custo aos gasparienses que efetivamente atuassem nas áreas de Esporte e Cultura. O Senhor Presidente, então, colocou a Indicação n.º 058/2022 em Votação, sendo a mesma aprovada por unanimidade. Na sequência, o Senhor Presidente parabenizou o Vereador Tiago Frederico Maia por seu enlace matrimonial, realizado no sábado anterior, e aproveitou para desejar-lhe muitas felicidades e as bênçãos de Deus em sua nova trajetória de vida. Prosseguindo, o Senhor Presidente adiantou que seria apreciado, na próxima Sessão Ordinária, o Projeto de Lei nº. 004/2022, de autoria do Vereador Diego Simões de Lima Salgado, que dispunha sobre a obrigatoriedade de capacitação de, no mínimo, dois funcionários em curso de primeiros socorros, nas creches ou centros de educação infantil e escolas públicas e privada do Município. Não havendo mais nada a tratar, o Senhor Presidente registrou a presença dos Vereadores José Fernando Cheffer, Nilton Nei de Oliveira, Amilton Mendes Henrique, Diego Simões de Lima Salgado, Thiago Ines de Paula e Tiago Frederico Maia e da Vereadora Maria Aparecida Ribeiro, encerrando a Sessão. Dos trabalhos, lavrou-se a presente Ata, que vai por mim, Primeiro-Secretário, datada e assinada. Comendador Levy Gasparian, dezesseis de novembro de dois mil e vinte e dois.     

Esse texto não substitui o assinado e arquivado nas dependências da Câmara.

Skip to content